Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O projecto 'Comunidade Saudável' da Médicos do Mundo, financiado pela CE, IPAD, HSSP-SP, Fundação Calouste Gulbenkian trabalha directamente com os profissionais de saúde e voluntários de saúde comunitária, capacitando-os para a implementação de vários programas de saúde através do SISCa (Serviço Integrado de Saúde Comunitária).

O SISCa é um programa do Ministério da Saúde de Timor Leste que tem como objectivo proporcionar um pacote básico de cuidados de saúde, com regularidade mensal, às comunidades sem qualquer acesso a cuidados de saúde. Através do destacamento de pessoal de saúde dos centros de saúde e da coordenação com líderes locais e voluntários residentes nas comunidades é possível que as mais remotas tenham acesso a cuidados na área da nutrição, imunização, saúde reprodutiva, clínica geral e a informação de saúde através de sessões de esclarecimento.


Fotografia Junho 2012 - Diana Silva: SISCa Lore II no Distrito Lautem e SISCa Ahalequimeta no Distrito Viqueque.

As actividades SISCa realizam-se normalmente ou nas sedes de suco (à esquerda) ou em locais preparados pela comunidade (à direita).

 

  

Fotografia Junho 2012 – Diana Silva: SISCa Ahalequimeta no Distrito de Viqueque.

Promoção de Saúde sobre lavagem das mãos através de jogos e dinâmicas de interacção com a comunidade.

 

 

Fotografia: Julho 2012 e Setembro 2011 – Diana Silva : SiSCa Iralafai e Vaniria no Distrito de Lautem.

A monitorização das condições de concervação das vacinas, a supervisão da utilização de procedimentos correctos

e a busca activa das pessoas com esquema de vacinação em atraso fazem parte de algumas das actividades de colaboração com o pessoal de saúde.

 

 

Fotografia: Julho 2011 e Julho 2012: SISCa Lore II no Distrito de Lautem. O planeamento familiar é uma das àreas de saúde

que precisa de uma atenção especial em Timor Leste, pela elevada taxa de natalidade e pobreza do país.

MdM conjuntamente com os profissionais de saúde, tem feito esforços para que estes serviços estejam disponiveis em todas as actividades SISCa.


 

Fotografia: Abril 2011 – Diana Silva: SISCa Serelau no Distrito de Lautem.

Distribuição de suplemento alimentar pelas mulheres e crianças com malnutrição.

 

 

 Fotografia: 2011- SISCa no Distrito de Lautem. A demonstração culinária é uma das formas de

promover a saúde da comunidade, dando informação e envolvendo-a na realização de uma refeição completa e saudável.

 

 

Timor Leste, apesar de possuir apenas 1,1 milhões de habitantes, a sua população fixou-se de forma dispersa pelo país e em àreas remotas de difícil acesso o que se apresenta como sendo uma das maiores barreiras no acesso aos cuidados de saúde. 

 

Fotografia: Junho 2012 - Diana Silva: SISCa Liaruca no Distrito de Viqueque. Apoio a comunidades remotas.

 


Médicos do Mundo, está sediada nos distritos de Lautem e Viqueque trabalhando a maximizar as potencialidades do programa de saúde comunitária do país apostando na melhoria da qualidade e acesso ao mesmo por toda a população, desde crianças, jovens, grávidas, adultos e idosos.

 

Fotografia: Junho 2012 - Diana Silva: SISCa Ahalequimeta no Distrito Viqueque. Idosa a mostrar o Livro Amigo do Idoso

(LISAI) o qual permite um acompanhamento do estado de saúde, através da monitorização de doenças cardiovasculares. 

 

  

A Fundasaun Alola é um dos nossos parceiros locais e colabora com MdM na formação de grupos de mães, ou seja, na capacitação de algumas mães numa aldeia sobre saúde materna e infantil, de forma a que estas mães sejam mães de referência dentro daquela comunidade e que possam dar conselhos de saúde a outras. Até à data foram formados 5 grupos de mães no distrito de Viqueque. A formação em serviço e workshops para profissionais de saúde e voluntários de saúde comunitária, promoção de saúde para a comunidade e apoio logístico com transporte da equipa de saúde e equipamentos (medicamentos, suplemento alimentar,...) para as aldeias onde se desenvolvem actividades SISCa, são algumas das actividades que fazem parte do dia-a-dia da equipa MdM Timor.


Fotografia: Abril 2011 – Diana Silva: Hospital Antigo,no Distrito de Viqueque. Formação Geral de Voluntários Comunitários.


  

O INS (Instituto Nacional de Saúde) é também parceiro local, que avalia e certifica formações de reciclagem para os profissionais de saúde.

 

Fotografia: Junho 2012 – Diana Silva : SISCa Lore II no Distrito Lautem. O preenchimento e discussão dos formatos de monitorização é um

momento importante na actividade, permitindo a reflexão e procura de soluções para os problemas de saúde e logisticos identificados no terreno.



As questões que não são resolvidas no terreno ou centro de saúde, são levadas ao nível distrital, sendo discutidas estratégias com os responsáveis dos vários departamentos (nutrição, saúde materno-infantil, imunização,...) dos Serviços Distritais de Saúde.

A equipa de dois enfermeiros formadores expatriados acompanha também as reuniões técnicas realizadas pelo Ministério da Saúde através dos seus grupos de trabalho, ao nível da implementação do SISCa colaborando de perto com agências como UNICEF e OMS. Estando diariamente no terreno, contactam com os problemas, dificuldades e também com os resultados das intervenções em primeira mão. Os seus inputs são portanto necessários e valiosos para que os problemas identificados no terreno possam ser discutidos e as suas soluções figurem nos planos de actividades nacionais dos vários programas.


Fotografia: Abril 2012 - UNICEF: Hotel Timor, Dili. Encontro de revisão da estratégia nacional de nutrição.

 

  

O resultado das reuniões a nível nacional é trazido de volta para os distritos, agilizando desta forma o fluxo de informação e colaborando com os responsáveis dos departamentos no planeamento das actividades anuais, como por exemplo a campanha de advocacia de nutrição a decorrer entre Julho e Setembro deste ano. Acreditamos que tendo uma intervenção integrada, a vários níveis (aldeia-distrito-nacional) que conseguimos uma “Comunidade Saudável”.


Fotografia: Junho 2012 – Diana Silva: SISCa Liaruca no Distrito de Viqueque.

Mulheres e crianças bem nutridas e saudaveis é o objectivo deste projecto.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:55



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D