Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Como a situação na Síria piorou nos ultimos dois anos de conflito, MdM está a reforçar as suas atividades locais numa situação de extrema emergência.
 
Após os recentes ataques a civis em Damasco, Médicos do Mundo tenta ajustar a sua prestação de forma a responder às necessidades cada vez mais gritantes.
 
De acordo com o UOSSM (União Síria das Organizações de Assistência Médica), parceiros de MdM na Síria, pelo menos 1.506 pessoas morreram nos ataques de 21 de Agosto, com números que se prevêem ainda vir a crescer.
Médicos do Mundo destribui tratamentos específicos: "Estamos a enfrentar uma crescente procura por atropina, no caso de novos ataques de armas químicas", explica o Doutor Rafik Bedoui, coordenador médico na Síria.
 
A situação sanitária também piorou nos últimos dois anos e causou necessidades médicas urgentes.
 
Antes de Outubro de 2012, MDM trabalhou com refugiados Sírios nos países limítrofes e desde então, a ONG reforçou a sua actividade para conseguir prestar cuidados de saúde primários directamente às pessoas.
 
Hoje em dia, as estruturas Sírias de cuidados de saúde primários contam com pelo menos 50 profissionais. Como o acesso a estas piorou, MdM desenvolveu uma rede de parceiros que trabalham diretamente na sua maioria nas zonas de conflito. 
Trabalhando lado a lado com sete associações Sírias , a ajuda financeira e material de MdM triplicou em relação ao ano passado.
 
Médicos do Mundo está preparada para um novo agravamento do conflito. Acções de emergência médica ( kits para cuidados de saúde primários, para cirurgias, para cesarianas e descontaminações) estão prontas para ajudar os civis em caso de necessidade.
 
Com mais de 100 mil mortos, um número incontável de feridos, 1,8 milhão de refugiados e 4 milhões de deslocados internos, estes são os números que continuam a aumentar na Síria.
 
Médicos do Mundo relembra a comunidade internacional de que quaisquer que sejam as suas futuras iniciativas, apenas com um cessar fogo é possível garantir o acesso urgente a todas as populações em perigo.

Para mais informações , favor contatar:

Press Officers
Justine Roche / Emmanuelle Hau / Aurélie Defretin

00 33 1 44 92 14 32 / 14 31 / 13 81 – 00 33 6 09 17 35 59
infomdm@medecinsdumonde.netwww.medecinsdumonde.org 


 

 

Crédito fotos: David Brunetti 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:10



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D