Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




“Getting to Zero"

por Médicos do Mundo, em 02.12.11

Lema 2011

Getting to Zero: Zero novas Infecções,

Zero pessoas discriminadas,

Zero Mortes relacionadas com a infecção VIH.”

 

 

 

Loures, Seixal e Évora foram as cidades escolhidas pela Organização Médicos do Mundo (MdM) para assinalar o 1 de Dezembro de 2011, o Dia Mundial de Luta contra a Sida. A MdM juntou-se, assim, à campanha mundial da UNAIDS, cujo lema é Getting to Zero: Zero novas Infecções, Zero pessoas discriminadas, Zero Mortes relacionadas com a infecção VIH .

 

As várias actividades de Educação para a Saúde que marcaram este dia têm como objectivo informar e formar a população sobre o problema da infecção por VIH/Sida. No decorrer das actividades houve também distribuição de preservativos.  

 

 

 

Campanha mundial «Getting to Zero» 

 

2011 foi um ano positivo para quem luta diariamente contra o VIH/Sida. De acordo com dados da UNAIDS, pela primeira vez, desde o início da epidemia, registou-se um decréscimo significativo das novas infecções por VIH (menos 21% desde 1997), para além de terem diminuído o número de mortes relacionadas com VIH/Sida (menos 21% desde 2005).

 

E os resultados positivos não se ficam por aqui. Mais de 6,6 milhões de pessoas em todo o mundo tiveram acesso a tratamento retroviral em 2010, o que representa um aumento de 1, 35 milhões em comparação com 2009.

 

Nesse sentido, esta campanha da ONU irá decorrer até 2015 e engloba estas três vertentes:

 

-       combate às novas infecções;

-       combate à discriminação dos seropositivos e doentes de sida;

-       combate às mortes relacionadas com a infecção por VIH/Sida.

 

O director executivo da UNAIDS, Michel Sidibé, realça o facto de que, apesar da actual conjuntura económico-financeira, «os países continuam a dar resposta aos problemas relacionados com VIH/Sida».

 

E para que este trabalho continue a ter frutos positivos, a UNAIDS lançou algumas orientações, que se baseiam em seis programas base:

- intervenções tendo como alvo populações de alto risco, como trabalhadores/as do sexo, homens que têm sexo com homens e toxicodependentes;

- prevenção de novas infecções por VIH/Sida em crianças;

- programas de mudança de comportamentos;

- promoção e distribuição de preservativos;

- tratamento, cuidados e apoio a pessoas seropositivas e doentes de sida;

- promoção da circuncisão em países com uma elevada prevalência de infecção por VIH.

 

Com esta nova estratégia espera-se reduzir, entre 2011 e 2020, as novas infecções em 12,2 milhões, das quais 1,9 milhões em crianças. Estima-se, ainda, diminuir em 7,4 milhões o número de mortes relacionadas com a epidemia.

Para a UNAIDS, o sucesso da iniciativa deve ter por base o trabalho em comunidade, no qual as ONG, como a MdM, têm um papel crucial ao trabalharem directamente com a população.

Para mais informações sobre esta campanha consulte o site http://www.worldaidscampaign.org/

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:59


1 comentário

Imagem de perfil

De mussapacomputer a 12.01.2012 às 10:41

Gostei dos trabalhos que a MDM executa, pois eles são muito pertinentes para a vida dos nossos concidadãos, bem em particular cá em África especificando o meu Pais Moçambique, província de Gaza, Distrito de Chokwe, de salientar que os trabalhos realizados pela MDM são de uma mais valia para o Distrito. e espero que continuem a dar esse apoio que tanto necessitamos.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D