Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Médicos do Mundo homenageada no “Terra Justa”

por Médicos do Mundo, em 08.04.15

A Médicos do Mundo (MdM) vai ser homenageada na primeira edição do “Terra Justa” - Encontro Internacional de Causas e Valores da Humanidade, que se realiza de 8 a 11 de Abril, em Fafe. Para além da MdM serão distinguidas ainda outras entidades e individualidades cujo percurso de vida ou de trabalho constitui uma referência do nosso tempo e sociedade.

 

Alertar, provocar e envolver os cidadãos relativamente à importância das causas e valores da humanidade é o grande objectivo do “Terra Justa” que, ao longo de cinco dias, leva a Fafe conferências, tertúlias de café com convidados nacionais e internacionais, exposições e teatro de rua, debates e música, entre muitas outras actividades.

 

Um dos pontos centrais do evento é a homenagem a entidades e pessoas cujo percurso de vida ou de trabalho constituem uma referência do nosso tempo e sociedade. Nesta primeira edição serão homenageadas a Médicos do Mundo e a Amnistia Internacional, para além do Cardeal hondurenho Óscar Maradiaga, Presidente da Cáritas Internacional e líder do “G8” do Papa, e Maria de Jesus Barroso Soares, Presidente da Fundação Pro-Dignitate.

 

Ao longo do evento, que conta com a presença dos representantes da MdM, Fernando Vasco, Vice Presidente, e António Andrade, membro da Direcção, decorre uma exposição sobre a associação. Intitulada “Médicos do Mundo 1980-2015”, reúne um extenso leque de actividades desenvolvidas em prol da garantia dos cuidados básicos de saúde em Portugal e um pouco por todo o mundo.

 

Sob o lema “lutamos contra todas as doenças, até mesmo a injustiça”, esta exposição conta com imagens, documentários e outros elementos que exaltam a luta diária dos membros da associação em fazer chegar aos mais desprotegidos um conceito alargado de saúde, que inclui o bem-estar físico, psíquico e social.

 

 

Convidados nacionais e internacionais

 

Em termos nacionais, estão convidados para esta iniciativa diversas individualidades, tais como José Lamego, da OIKOS, Graça Morais, artista plástica, Augusto Santos Silva, ex-Ministro da Educação e da Cultura, Sampaio da Nóvoa, Professor Catedrático da Universidade de Lisboa, Comendador Rui Nabeiro, Carvalho da Silva, Pe. Vítor Melícias, Frei Fernando Ventura, Franciscano Capuchinho, Intérprete na Comissão Teológica Internacional da Santa Sé, Luís Eduardo da Silva Barbosa, da Cruz Vermelha Portuguesa, Manuel Alegre, Vítor Ramalho, da UCCLA – União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa, Diogo Freitas do Amaral, Inês Fontinha, Mafalda Ribeiro, Roberto Chichorro, entre muitos outros.

 

Além dos homenageados e representantes internacionais das ONG´s homenageadas, Médicos do Mundo e Amnistia Internacional, foram ainda convidadas outras figuras internacionais como Jacqueline Tobiass, Presidente Instituto para as Relações Culturais Baleares/Israel, e Abdool Karim Vakil, Professor Universitário em Londres, especialista no Islão.

 

Estará presente ainda Agni Vlavianos Arvanitis, Presidente da ONG Biopolitics International Organisation, e candidata a Prémio Nobel da Paz, que possibilitará ainda uma conversa sobre o valor da paz e dos valores, tendo como base a Grécia e a sua actualidade.

 

 

O "caminho das causas"

 

O centro da cidade de Fafe vai ser palco de um “caminho das causas”, uma exposição de arte pública que pretende alertar, sensibilizar e envolver as pessoas para as grandes causas da humanidade e para problemáticas que muitas vezes ignoramos no nosso dia-a-dia.

 

A própria cidade vai ser inundada com factos, números, dados, textos e histórias reais que remetem para as causas globais e para os grandes valores da humanidade, uma exposição de arte pública que ficará exposta durante mais de um mês.

 

Tertúlias de café e uma carroça puxada por atores, com representações em diversos pontos da cidade, pretendem fazer deste evento, durante os vários dias, uma iniciativa próxima das pessoas, envolvendo e alertando para a necessidade de parar e pensar, coisa rara nos tempos que correm.

 

Do programa fazem parte diversas exposições na rua ou em espaços fechados sobre temáticas como o Universo da Religião, sobre os homenageados e ainda uma denominada de "Snapshots by Bianca" da artista plástica holandesa Marian Van Der Zwaan que retrata o direito das mulheres e a prostituição na adolescência.

 

Esta iniciativa, além das homenagens, fica ainda marcada por duas conferências/debate com figuras de relevo nacional e internacional dedicadas à temática da religião e da liberdade de expressão e igualdade.

 

 

Mural do tempo

 

Um mural vai ser construído em pleno centro da cidade para guardar mensagens de diversas personalidades nacionais e internacionais. Estas mensagens só serão tornadas públicas passados 25 anos.

 

A ideia é perceber em 2040 como mudou o mundo, as ideias e a visão da sociedade nomeadamente ao nível dos valores humanos e das grandes causas globais.

 

 

As exposições

 

Para além da dedicada à Médicos do Mundo, o “Terra Justa”, que decorre no Edifício Transparente, conta com outras quatro exposições de grande fruição e importância para o contexto do encontro.

 

A exposição “Símbolos – Maria de Jesus Barroso Soares” assenta em torno da vida da convidada homenageada a nível nacional, Maria de Jesus Barroso Soares. Trata-se de uma exposição que reúne alguns dos vestidos oficiais e trajes académicos usados pela ex-Primeira-dama, bem como medalhas, diplomas e condecorações atribuídas ao longo de um percurso em prol da sociedade.

 

A exposição conta ainda com várias fotografias de visitas oficiais a diversos países, enquanto Primeira-dama, e de iniciativas ao serviço dos direitos humanos, lutando nomeadamente pela liberdade de opinião e de expressão e pela instauração de um regime democrático em Portugal, enquanto Presidente da Fundação Pro-Dignitate. Uma exposição que assenta em pedaços da nossa História, símbolos de uma mulher e de um país.

 

A exposição “Amnistia Internacional” reúne a sua história, missão e valores num espaço que se espera ser inspirador na apresentação do trabalho desenvolvido por todo o mundo ao longo de mais de 50 anos de existência.

 

Trata-se de uma exposição em torno das campanhas levadas a cabo pela Amnistia Internacional, para, à sua semelhança e exemplo, sensibilizar e alertar para o reconhecimento e protecção dos Direitos Humanos. A exibição reúne imagens, documentários, prospectos e pretende ser a exaltação física de que “É melhor acender uma vela do que amaldiçoar a escuridão."

 

A exposição “Cáritas – A caridade: Missão e Vida da Igreja” presta homenagem à Caritas Internationalis e Cáritas Portuguesa, sob a ilustre presença do seu Presidente, o Cardeal Óscar Rodríguez Maradiaga.

 

Esta exposição assenta na sensibilização para os valores e missão da confederação. Através de temas como “As vozes das crianças na pobreza” e “Uma só família humana. Alimento para todos”, é uma mostra de que o desenvolvimento humano, o bem comum, a transformação social são realidades possíveis para erradicar a pobreza, se alcançáveis através da partilha e solidariedade.

 

A exposição “Religião e Humanismo, Observar para a Liberdade” realiza-se no Arquivo Municipal de Fafe, sob a organização do Observatório para a Liberdade, cuja principal missão assenta na observação do Fenómeno Religioso, no respeito pelo princípio das liberdades associativa, individual e de consciência, promovendo processos de diálogo cultural e inter-religioso no respeito pelas diferenças e responsabilidade social.

 

Constituída por 10 salas, a exposição aborda temas como o diálogo, a liberdade religiosa, a fé, valores religiosos e universais, da responsabilidade de diferentes associações e com um espaço para o debate e olhar em torno da religião.

 

Consulte aqui o programa do “Terra Justa”.

 

Imagem_534_0002.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:57



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D