Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Com o objectivo da detecção precoce e prevenção do VIH/SIDA e de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), o projecto “Porto Escondido” da Médicos do Mundo (MdM) conseguiu chegar, em um ano, a mais de 800 pessoas. Mas para continuar, a MdM necessita de ajuda, tendo lançado uma campanha de angariação de fundos.

 

“Com a sua ajuda este Porto deixa de estar Escondido” é o mote desta campanha a favor do “Porto Escondido”, um projecto de apoio a grupos populacionais vulneráveis em risco de exclusão social e que, até agora, já chegou aos concelhos do Porto, Vila Nova de Gaia e Vila do Conde.

 

Para continuar a acompanhar os actuais beneficiários e alcançar outros a quem ainda não foi possível ajudar, a MdM necessita do apoio de todos. E porque “juntos, chegamos a um bom porto”, o seu contributo pode fazer a diferença. Os donativos podem ser realizados através do site www.portoescondidomdm.pt/ndoadores.

 

beneficiados_MdM.jpg

Resultados e actividades do projecto “Porto Escondido”

 

O projecto “Porto Escondido” pretende, entre Julho de 2015 e Julho de 2017, contribuir para a diminuição da transmissão do VIH nestas populações, disponibilizando acções de educação, acesso a meios de prevenção, tais como preservativos e troca de seringas, e de diagnóstico, assim como referenciação adequada e apoio social.

 

Testemunho de Jorge Garcez

JorgeGarcez_VWeb.JPG

   Crédito foto: ©MdM

 

“Fui abandonado pelos meus pais à nascença e vivi sempre institucionalizado.
Aos 15 anos, entrei nas drogas e estive preso por tráfico.
Depois, tornei-me sem-abrigo, situação em que vivi durante seis anos, com consumos de álcool, até que a Médicos do Mundo me retirou da rua e me ajudou a criar condições para integrar diversos projectos. Fiz formação de primeiros socorros, curso de iniciação à fotografia e curso de hotelaria, de forma a dar início à minha autonomia. Integrei também o projecto de Guia Turístico, da Plataforma +Emprego, no qual ainda participo.
Neste momento, integro a equipa da Representação Norte da Médicos do Mundo, no projecto Porto Escondido, na função de Educador de Pares.
Este é o meu testemunho na primeira pessoa, do qual muito me orgulho, tendo como pano de fundo a Médicos do Mundo.”

 

Clique na imagem abaixo para donativos ou mais informações: 

banner_MdM_VWeb.jpg

 

DSC_0411_Vweb.JPG

Crédito foto: ©António Neiva

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:20

A solidariedade dos portugueses permitiu a recolha de mais de 10 mil euros a favor da população do Nepal, no âmbito da acção nacional de angariação de fundos promovida pela Delegação Portuguesa da Médicos do Mundo (MdM). Obrigado a todos os que contribuíram para esta importante causa.

 

Imediatamente após a crise sísmica que atingiu o Nepal há uns meses, a MdM, através das Delegações de Espanha e de França, deslocaram para o terreno equipas médicas e várias toneladas de equipamento necessário ao apoio à população daquele país asiático.

 

Para ajudar nesta missão, e em solidariedade com o povo nepalês, a Delegação Portuguesa da MdM organizou logo nos primeiros dias uma acção de âmbito nacional para angariação de fundos que conseguiu, com a solidariedade de todos, atingir os 10.050,21 euros.

 

O valor arrecadado será agora aplicado na intervenção que a Delegação Espanhola da MdM está a realizar no Nepal, para onde deslocou várias equipas de profissionais.

 

 

A resposta à emergência

 

Três dias após o primeiro terramoto, uma equipa da Delegação Espanhola da MdM chegou ao Nepal para garantir as necessidades mais urgentes em termos de cuidados de saúde. Um cirurgião plástico e outro da área da traumatologia realizaram, em coordenação com os profissionais locais, 34 operações cirúrgicas complexas no Centro Nacional de Traumatologia do Hospital de Bir, uma das unidades de referência de Katmandu.

 

A outra parte da equipa, com funções mais logísticas, concentrou a sua actividade no distrito de Ramechhap, a 200 km da capital. Na região, para além do trabalho com o pessoal local, foram identificadas as principais necessidades: tendas e fornecimento de água, de electricidade e de material médico, já que 85% do hospital se encontrava destruído. Foram doados equipamentos básicos para garantir o fornecimento de energia, kits com medicamentos e material traumatológico, assim como tendas de campanha.

 

MapaRecortado_SDimensionamento.JPG

Localização das equipas da Delegação Espanhola da MdM
Mapa: ©Office for the Coordination of Humanitarian Affairs (OCHA)

 

Os terramotos de 7,8 graus na escala de Richter, a 25 de Abril, e de 7,2 graus, a 12 de Maio, causaram a morte de cerca de 9 mil pessoas e provocaram mais de 22 mil feridos. Foram afectados 5,6 milhões de pessoas e registaram-se avultados danos materiais, sobretudo nos distritos que rodeiam Katmandu.

 

 

As actuais prioridades

 

Actualmente as prioridades são a reconstrução e o reforço das capacidades da sociedade nepalesa. Assim, a intervenção da Delegação Espanhola da MdM centra-se agora em três âmbitos: reconstrução das infra-estruturas do Hospital de Ramechhap e melhoria do bem-estar psicossocial da população e da saúde materno-infantil.

 

No Hospital de Ramechhap, a máxima prioridade é a construção de estruturas semi-permanentes. A equipa de Espanha realizou já uma avaliação das infra-estruturas e propôs um projecto de reconstrução do hospital, que será iniciado dentro em breve.

 

Na melhoria do bem-estar psicossocial, está a ser disponibilizada ajuda psicológica ao pessoal dos centros de saúde sobre vulnerabilidade e stress após eventos traumáticos e formação aos profissionais de saúde e educação, assim como a elementos da comunidade. Já no campo da saúde materno-infantil, a intervenção tem como objectivo a melhoria da situação precária do acesso a serviços de qualidade.

 

Recorde-se que a Rede Internacional da Médicos do Mundo já se encontrava no Nepal antes da crise sísmica. A Delegação Francesa está no país há 8 anos a desenvolver projectos de defesa e protecção do direito à saúde no distrito de Sindhupalchok.

 

Após a fase de emergência, a equipa de França mantém clínicas móveis para assegurar cuidados primários à população deste distrito e projecta participar na reconstrução de 25 instalações de saúde, na reabertura do programa materno-infantil e na reactivação de cooperativas de mulheres com quem já trabalhava antes do terramoto.

 

Foto_Recortada.JPG

Crédito foto: ©Czuko Williams

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:10

Aupper apoia Médicos do Mundo

por Médicos do Mundo, em 07.11.14

A Aupper, que actua no mercado editorial de venda directa, vai doar à Médicos do Mundo (MdM) parte da venda das suas colecções durante os meses de Novembro e Dezembro. A MdM foi a ONG escolhida para a primeira campanha de donativos desenvolvida em Portugal pela empresa.

 

A responsabilidade social da Aupper está no centro das preocupações da empresa. Segundo Miguel Fernández, Director Executivo da Aupper, “compreendemos, hoje, mais que nunca, o dever de apoiar organizações e projectos que cuidam e melhoram a qualidade de vida dos portugueses. Desta forma, a Aupper assume a necessidade de atribuir o seu apoio financeiro e logístico, com base numa cultura de valores de ética, verdade, justiça e respeito por todos”.

 

Com esta primeira campanha de donativos em Portugal, a empresa reforça a sua dinâmica de maior participação social que culminará com a entrega em Janeiro da verba angariada durante os dois últimos meses do ano e que abrange parte das vendas das suas exclusivas colecções. Assim, ao adquirir uma destas colecções durante este período, estará a contribuir para os projectos da MdM.

 

Miguel Fernández destaca o papel da Médicos do Mundo na promoção da prestação global de cuidados de saúde e o seu trabalho diário junto dos mais desprotegidos, independentemente da sua nacionalidade, religião, ideologia, etnia ou possibilidades económicas. “O bem-estar físico, psíquico e social de todos os seres humanos é a principal meta de acção desta associação, através da denúncia de injustiças, sensibilização da sociedade e prestação directa de cuidados de saúde”.

 

É por isso que a Aupper aplaude a Médicos do Mundo, uma Associação com mais de 30 anos a nível internacional e 15 de actuação da sua Delegação Portuguesa.

 

A Aupper

A Aupper é uma marca editorial da empresa Anserpia que, há quase uma década, através da venda directa, distribui obras no mercado nacional, promovendo o conhecimento, a cultura e o bem-estar das famílias portuguesas. Actualmente dispõe de oito vastas colecções de cultura geral: Maravilhas do Mundo, Consultor Universal do Estudante, A Nossa Natureza, A Minha Biblioteca Infantil, A Cozinha de Hoje e de Sempre, Guia Médico Familiar, Terras de Portugal e Terra Viva.

 

Saiba mais sobre a Aupper no site www.aupper.pt 

 

Participe nesta campanha a favor dos projectos da Médicos do Mundo.

 

Img_redimensionada_grd.jpg

 Crédito foto: Fabrice Demoulin

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:21

Dia Internacional do Idoso – 1 de Outubro

por Médicos do Mundo, em 01.10.14

A Médicos do Mundo alerta para solidão, exclusão social e pobreza entre os mais idosos.

 

Com o objectivo de sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento e a necessidade de proteger e cuidar esta população celebra-se hoje, dia 1 de Outubro, o Dia Internacional do Idoso. Em Portugal existem actualmente dois milhões de idosos e em 2050 deverão ser um terço da população total.


Solidão, exclusão social e pobreza são alguns dos problemas que a Médicos do Mundo (MdM) se depara diariamente na sua intervenção junto dos mais idosos. Uma situação preocupante, tendo em conta a tendência de envelhecimento da população nacional, sobre a qual importa reflectir e encontrar respostas adequadas.


Segundo um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), em 2010, Portugal era já o oitavo país mais velho do mundo. Dos dois milhões de seniores portugueses as estatísticas referem que mais de um milhão e 200 mil vivem sozinhos ou na companhia de outros idosos, um número que aumentou cerca de 30% em apenas uma década.


E a tendência para os próximos anos não deixa margem de dúvida. De acordo com dados do Eurostat, Portugal será um dos países da União Europeia (UE) com maior percentagem de idosos e menor percentagem de população activa em 2050. No mesmo sentido apontam as previsões do Instituto Nacional de Estatística (INE), segundo as quais, na mesma data, um terço da população nacional será idosa e quase um milhão terá mais de 80 anos, em resultado do aumento da esperança de vida e da diminuição dos níveis de fecundidade.

 

 

Crise força idosos a escolher entre medicamentos e alimentação

 

Na prestação de cuidados globais de saúde a pessoas desfavorecidas, a MdM depara-se diariamente com as dificuldades sentidas pela população idosa, as quais se agudizaram nos últimos anos em consequência da crise económica e financeira. São registados casos em que os mais velhos se vêem mesmo obrigados a optar entre a compra de medicamentos e uma única refeição diária.


Preocupada com as enormes dificuldades vividas por esta população, a MdM tem desenvolvido ao longo dos anos diversos projectos direccionados aos mais velhos. Criou em 2002 os projectos “Viver Saudável” em Lisboa, “Terceira ©Idade” no Porto e já em 2012 foi a vez do “PT – Prevenção para Todos”, com objectivo de prevenção da doença e promoção da saúde, contribuindo assim para o envelhecimento activo dos beneficiários.


Através do projecto “Viver Saudável” a MdM continua a prestar apoio às pessoas idosas em situação de dependência e de menor mobilidade, visando melhorar a sua qualidade de vida e bem-estar físico, psíquico e social. O Serviço de Apoio Domiciliário (SAD) consiste na prestação de cuidados individualizados e personalizados no domicílio a indivíduos e famílias quando, por motivo de doença, deficiência ou outro impedimento, não possam assegurar, temporária ou permanentemente, a satisfação das suas necessidades básicas e/ou actividades da vida diária.


Entre 2010 e 2014, a MdM interveio junto de 235 beneficiários no Bairro da Picheleira, em Lisboa, através do projecto “Viver Saudável”. Em Setembro último foi aprovado um complemento à intervenção do SAD, através do projecto “Saber Viver” com os objectivos de promoção e educação para a saúde e melhoria da participação social e familiar. Pretende-se desta forma que os mais idosos tenham autonomia no exercício das competências adquiridas, nos processos de tomada de decisão e na resolução dos desafios a que são expostos.


Uma vez que estes projectos requerem financiamento constante, a MdM necessita de apoio. A falta de donativos em resultado da actual crise coloca em risco a intervenção junto da população mais desfavorecida.


Só com a ajuda de todos será possível continuar a levar cuidados de saúde gratuitos a quem mais precisa. Não fique indiferente. Faça a diferença!

 

 

Conheça aqui as formas imediatas de Ajudar os projectos da MdM:

 

Linha Solidária
760 50 10 50 (€ 0,60 + IVA). Ao ligar - um gesto tão simples, imediato e prático - está a ajudar.

 

Transferências bancárias
NIB (Caixa Geral de Depósitos): 0035 0551 00009108930 59
Caso opte por esta solução envie-nos o seu comprovativo para doadores@medicosdomundo.pt ou fax 21 361 95 29, para que possamos emitir o seu recibo.

 

Donativos Internacionais
Contribua com o seu donativo a partir da diáspora. Mais que nunca, precisamos de contar com a contribuição de todos. Para efectuar o seu donativo:
Caixa Geral de Depósitos: IBAN - PT 50 0035 0551 0000 910 8930 59 BIC Swift CGDIPTL

 

Para Donativos Online clique aqui

 

 

Crédito foto: ©Mélanie Quétier

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:23

Recolha de Medicamentos para os Projectos Nacionais

por Médicos do Mundo, em 12.05.10

Os alunos do 12º ano, da turma 3º B, da Escola José Afonso, em Loures, dinamizaram uma recolha de medicamentos para os Projectos Nacionais de Médicos do Mundo com base nas necessidades prioritárias indicadas por estes projectos.

 

Ontem, dia 11 de Maio de 2010, os alunos e duas professoras deslocaram-se à sede de MdM para a entrega presencial dos medicamentos angariados e partilha de experiências de ambas as partes. Médicos do Mundo informou os alunos sobre o destino a dar a estes medicamentos e os alunos explicaram-nos a sua experiência na preparação e realização desta acção, na sua escola.

 

Muito obrigada e parabéns a todos os que colaboraram nesta excelente iniciativa solidária!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:36

Campanha Médicos do Mundo na payShop

por Médicos do Mundo, em 07.04.10

A campanha Médicos do Mundo continua durante o mês de Abril. Desde Março que Médicos do Mundo é uma das organizações beneficiárias dos serviços disponibilizados pela Payshop Portugal S. A. A payShop disponibiliza a sua rede de Agentes, para a recolha de donativos feitos à MdM, por qualquer pessoa, de qualquer montante acima de apenas 1€.

 

A campanha mensal terá como beneficiário o projecto “Projecto integrado de água, saneamento e higiene em escolas da região de Biombo”, na Guiné-Bissau.

http://www.medicosdomundo.pt/index.jsp?page=intervention&projectId=74 

 

Descubra o agente payshop mais próximo de si em www.payshop.pt/agentes

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:21

Campanha da Payshop

por Médicos do Mundo, em 10.03.10

Durante os meses de Março e Abril, Médicos do Mundo será uma das organizações beneficiárias dos serviços disponibilizados pela Payshop Portugal S. A. A payShop disponibiliza a sua rede de Agentes, para a recolha de donativos feitos à Médicos do Mundo, por qualquer pessoa, de qualquer montante acima de apenas 1€.

 

A campanha mensal terá como beneficiário o projecto “CorridaSolidária” que arranca com a II edição já no próximo dia 3 de Março, na Escola Delfim Santos, em Benfica, Lisboa, pelas 10h30.

http://www.medicosdomundo.pt/index.jsp?page=corrida&lang=pt

 

Descubra o agente payshop mais próximo de si em www.payshop.pt/agentes

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:58

Recolha de material médico para o Haiti

por Médicos do Mundo, em 03.02.10
Médicos do Mundo associou-se à Associação "O Sonho" em Setúbal para a recolha de material médico, para o Haiti. Esta recolha vai decorrer no pavilhão da Câmara Municipal de Setúbal, na Bela Vista nos próximos dias 5, 6 e 7 de Fevereiro.
Contamos com o vosso apoio.
Veja a entrevista... http://www.setubaltv.com/stv/
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:21

PT e TMN lançam Campanha de Solidariedade

por Médicos do Mundo, em 18.01.10

Em resposta ao sismo que recentemente assolou o Haiti, a PT solidariza-se com as vítimas da catástrofe registada neste país das Caraíbas e lança uma Campanha de Solidariedade PT que desafia os seus clientes a sentirem-se mobilizados por esta causa e a corresponderem ao apelo lançado pelo Haiti e a comunidade internacional através da realização de uma simples chamada telefónica.  

 

A PT e a TMN disponibilizam, um número para o qual os seus clientes podem ligar a partir do telefone fixo ou do telemóvel: 760 206 206. Cada chamada realizada para o 760 206 206 apresenta o valor de 60 cêntimos (+ IVA), que reverterá a favor de Organizações Não Governamentais (ONGs) com missões no Haiti: a AMI, a Cruz Vermelha e os Médicos do Mundo.       

Obs. Este número só está acessível a clientes PT e TMN

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:23

Ajuda no Multibanco

por Médicos do Mundo, em 15.01.10

Toda a ajuda imediata é fundamental e Médicos do Mundo está preparada para esta intervenção humanitária.

As contribuições podem ser realizadas através do seguinte NIB:
BPI - 0010 0000 4411 088 000 143

http://www.medicosdomundo.pt/index.jsp?page=news&lang=pt&newsId=523 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:01


Mais sobre mim

foto do autor



Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D