Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Co-Financiamento

por Médicos do Mundo, em 24.08.09
Noticia Timor-Leste:  A fundação Calouste Gulbenkian co-financiou recentemente o projecto “Comunidade Saudável”, Timor-Leste. Valor do co-financiamento: 25.000 euros.
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:06

Projecto "Comunidade Saudável"

por Médicos do Mundo, em 24.07.09

Projecto "Comunidade Saudável"
Prevenção do VIH/SIDA
Duração 
1 de Janeiro 2010 – 1 de Janeiro 2014 
Localização  Timor-leste - Distrito de Lautem
Área de Intervenção  Promoção da saúde materno-infantil
Contexto
Timor Leste é uma das nações mais jovens do mundo e é também um dos países mais pobres, posicionando-se no 150.º lugar e registando um IDH de 0.514, num total de 177 países (PNUD, 2007/8). A sua população é estimada em 1.155 mil habitantes, apresentando uma esperança de vida de 61 anos.
Esta situação resulta de vários factores entre eles a ausência de recursos humanos adequadamente formados, ausência de sistema de monitorização e supervisão, limitada capacidade de planificação dos serviços de saúde, e a falta de competências ao nível da logística e gestão de stocks.
Objectivo Geral
O objectivo Geral (OG) deste projecto é aumentar a acessibilidade a serviços de qualidade em saúde materno-infantil no distrito de Lautem, incluindo as áreas remotas.
Objectivos Específicos
1. Assegurar em colaboração com a Direcção Distrital de Saúde (DDS) o funcionamento adequado de serviços integrados de saúde em 100% dos Postos SISCa e aldeias remotas acompanhados por MdM no Distrito de Lautem.
2. Reforçar a capacidade da Direcção Distrital de Saúde (DDS) na gestão e supervisão do Programa SISCa ao nível do Distrito de Lautem.
Actividades
1. Participação no planeamento e monitorização do programa SISCa (Serviço Integrado de Saúde Comunitária) a nível nacional;
2. Apoio técnico à DDS na coordenação, gestão, supervisão e logística do SISCa no Distrito de Lautem;
3. Suporte à implementação do SISCa;
4. Formação e supervisão formativa dos VSK (Voluntários de Saúde Comunitária) que asseguram os aspectos relacionados com a vigilância nutricional, vacinação e crescimento da criança, tratamento de pequenas feridas e da febre e reconhecimento dos sinais de risco relacionados com DDA (Doenças Diarreicas Agudas), DRA (Doenças Respiratórias Agudas) e Malária;
5. Reforçar a implementação do PAI (Programa Alargado de Imunização) e vigilância nutricional no Distrito de Lautem;
6. Actividades de IEC recorrendo às equipas móveis;
População Alvo

1. População feminina em idade fértil (12.844);

2. Mulheres grávidas (aproximadamente 2.900);

3. Crianças dos 0 aos 12 meses (2000) e crianças até aos cinco anos (9767).

4. Voluntários de Saúde Comunitária do Distrito de Lautem e os membros das autoridades distritais de saúde. 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:41


Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D