Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




No início de Julho, o novo Ministro da Saúde grego decidiu reintroduzir um decreto que impõe medidas discriminatórias, como testes obrigatórios para a hepatite, VIH, outras  infecções sexualmente transmissíveis e doenças contagiosas. O decreto estigmatiza sobretudo os consumidores de drogas, profissionais do sexo e emigrantes ilegais. O texto do decreto afirma também que alguém que “possa constituir um perigo para a saúde pública” deve ser despejado, sem que lhe seja oferecida qualquer alternativa.


Rede Internacional da Médicos do Mundo (MdM) condena veementemente a reintrodução deste decreto, considerando-o uma grave violação dos direitos humanos mais básicos, da dignidade humana e da ética médica. Vai contra as recomendações dos especialistas em saúde pública e das entidades internacionais de direitos humanos, tais como a OMSUNAIDS, o Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças e a Agência dos Direitos Fundamentais da União Europeia. A acção legal repressiva, a reclusão e os testes obrigatórios já provaram não proteger a saúde pública. Em vez disso, limitam as oportunidades de assistência médica eficaz e incentivam a transmissão de doenças.


A Médicos do Mundo pede ao governo grego para se concentrar nos grandes problemas de saúde pública, como a vacinação infantil, e apela para que todos os profissionais de saúde se recusem a realizar o teste obrigatório.

 

Através das suas policlínicas e unidades móveis em toda a Grécia, a Médicos do Mundo promete continuar a oferecer apoio médico e social a todas as pessoas que necessitem de cuidados de saúde, de acordo com a sua ética médica e com respeito pela confidencialidade do paciente. Mais uma vez, a MdM se coloca ao lado das populações mais vulneráveis, em defesa dos direitos humanos.

publicado às 12:29


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D