Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um novo terramoto de 7.3 graus atingiu o Nepal esta semana, agravando a situação provocada pelo primeiro sismo de 25 de Abril. As equipas da Médicos do Mundo (MdM) encontram-se bem, continuando a coordenar o trabalho com as autoridades nepalesas para ajudar a população. Entretanto, a MdM já anunciou o reforço dos meios materiais e humanos nas regiões mais afectadas.

 

Era meio-dia de terça-feira no Nepal quando um novo terramoto sacudiu o país. Desde 25 de Abril que foram sentidas numerosas réplicas e à população nepalesa resta apenas aprender o que fazer quando a terra treme. Sair rapidamente dos edifícios e colocar-se no meio da estrada reduz os riscos. Muitas pessoas dormem com um recipiente de água ao lado para poder detectar os sismos com maior rapidez e procurar um local seguro. E serão muitas as pessoas que vão dormir novamente a céu aberto para sentir menos insegurança, instalando-se em praças e parques das cidades e povoações afectadas por este novo terramoto.

 

Javier Arcos, membro da equipa da Delegação de Espanha da Médicos do Mundo no Nepal, conta o que viveu na capital: “Encontrava-me no centro de Katmandu, a sair do Ministério da Saúde quando o solo começou a sacudir com bastante violência, via-se todo o material urbano a mover-se com tanta força e as pessoas a correr. Pelo que pude ver no centro da cidade não existem grandes danos, não vi nenhum novo colapso de edifícios mas, pela intensidade do terramoto, a região das montanhas terá sofrido provavelmente danos importantes, embora seja cedo para dizê-lo”.

 

E assim foi. Uma dessas regiões remotas é Golche, a várias horas a pé da estrada mais próxima e onde está a trabalhar a Delegação de Espanha da Médicos do Mundo. Desde esta região, Marius Musca conta o que viveu: “O sismo foi muito forte e as réplicas que se seguiram também. A terra movia-se tanto que parecia que estávamos num barco. À nossa clínica em Golche começaram a chegar pessoas feridas”. Por sorte, tanto as infra-estruturas como o pessoal sanitário continuam operacionais e a população está a ser atendida.

 

 

Novo sismo terá provocado 2500 feridos

 

Segundo o último balanço do Governo do Nepal, este novo terramoto terá provocado 96 mortos e 2500 feridos. No Distrito de Ramechapp, a 200 km a sudeste de Katmandu, e cujo hospital ficou praticamente inutilizado a 25 de Abril, a situação está controlada dentro do possível. Os casos mais graves foram evacuados através de helicóptero para os hospitais mais importantes de Katmandu e o resto dos feridos estão a ser atendidos no próprio hospital de Ramechhap, em parte graças ao trabalho de recuperação desta unidade que esta equipa da MdM está a realizar desde há cerca de duas semanas.

 

Um desses centros especializados para onde estão a ser encaminhados os casos mais complexos é o Centro Nacional de Traumatologia do Hospital Bir em Katmandu, onde dois cirurgiões da equipa espanhola da MdM continuam a trabalhar com o pessoal médico nepalês desde o dia 3 de Maio.

 

Este novo terramoto também atingiu fortemente a área de intervenção da Delegação de França da Médicos do Mundo, no Norte do Distrito de Sindhupalchok. Nesta região muito isolada, a equipa francesa composta por cerca de 50 pessoas, entre médicos, enfermeiros, psicólogos e profissionais de logística, está a trabalhar sem descanso há cerca de 15 dias e agora tem de enfrentar um novo fluxo de feridos e problemas logísticos acrescidos.

 

De forma a ajudar a população nepalesa a enfrentar mais esta dificuldade, a Delegação de França da Médicos do Mundo decidiu aumentar os recursos materiais e humanos em Sindhupalchok, Ramechhap e Katmandu para rapidamente disponibilizar os primeiros cuidados. A longo prazo a MdM irá ajudar a reconstruir e reforçar o sistema de saúde e outra equipa médica irá partir de Paris para o Nepal nas próximas horas.

 

WOS050120150015_VPeq.jpg

 Feridos no principal hospital de Katmandu.
Crédito foto: ©Quentin Top

 

Não deixe de participar na acção nacional de angariação de fundos que a Delegação Portuguesa da Médicos do Mundo está a promover.


Faça o seu donativo através do NIB 0035 0551 00007722130 32.

  
Contamos com todos nesta missão. 

 

 

publicado às 12:54


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D